Revelamos aqui as causas e efeitos da insegurança pública e jurídica no Brasil, propondo uma ampla mobilização na defesa da liberdade, democracia, federalismo, moralidade, probidade, civismo, cidadania e supremacia do interesse público, exigindo uma Constituição enxuta; Leis rigorosas; Segurança jurídica e judiciária; Justiça coativa; Reforma política, Zelo do erário; Execução penal digna; Poderes harmônicos e comprometidos; e Sistema de Justiça Criminal eficiente na preservação da Ordem Pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio.

sexta-feira, 25 de março de 2011

PCC - TRAFICANTES BRASILEIROS PRESOS NO PARAGUAI

Cinco traficantes brasileiros são presos no Paraguai - CORREIO BRAZILIENSE, 24/03/2011 18:54

ASSUNÇÃO - A polícia paraguaia deteve nesta quinta-feira (24/3), cinco traficantes brasileiros que supostamente integram o 'Primeiro Comando da Capital' (PCC), a organização criminosa baseada em São Paulo.

A operação ocorreu na cidade de Pedro Juan Caballero, na fronteira seca com a cidade brasileira de Ponta Porã, segundo a polícia paraguaia. Os agentes apreenderam ainda veículos, armas (incluindo um fuzil AR-15), munição e vários pacotes de maconha.

O PCC, liderado a partir das penitenciárias de São Paulo, controla o tráfico de drogas no estado paulista.


Nota do Bengochea - Os nomes dos presos foram retirados em resposta ao comentário que coloca em dúvida a culpa e a efetividade da prisão.

2 comentários:

lili disse...

Creio que vocês deveriam se informar melhor antes de publicar matérias como essa,publicam apenas para serem noticiados sem se importar com a verdade sobre os fatos. Afinal Guilherme, Milton e jorge são funcionários da imprensa do jornal da Praça de Ponta Porã e foram presos numa operação desastrosa da policia SENAD. Eles não são de nenhuma organização criminosa, apenas são vítimas de uma policia despreparada, tanto que foram soltos no dia 25 ás 13:00horas. que tal publicar a verdade agora, com o mesmo espaço que destinou à uma noticia mentirosa e que denigre a imagem desses homens. Maria Alely de Matos Palmeira "lilipalmeira@hotmail.com"

Bengochea disse...

Lili. A fonte é o Correio Braziliense (24/03/2011), considerada idônea, mas poderia mandar uma manifestação com a verdade dos fatos, até porque tenho um blog que retrata as mazelas policiais, infelizmente não raras em nosso país. A notícia foi muito curta e não deu esta visão que relata na tua justa e oportuna intervenção. O espaço está a tua disposição aqui e no sitio http://mazelaspoliciais.blogspot.com